Notice: Undefined variable: base in /var/abrasel.com.br/revista/site/templates/head.inc on line 54

Confira cinco dicas para adaptar o ambiente e receber os pets com conforto e segurança

Por Anna Carolina Barbosa

Utilize as redes sociais do restaurante e canais de comunicação para mostrar que agora o estabelecimento é pet friendly. Foto: Canva

Já imaginou inovar no seu bar ou restaurante e receber o “melhor amigo do homem” nele? Além de companhia, os animais de estimação são considerados parte da família. E por onde eles passam roubam a cena, não é à toa que os donos levam os seus animais para todos os lugares, até para tomar uma cervejinha.

Por conta disso, começaram a aparecer no país vários exemplos de restaurantes pet friendly, ou seja, no qual a presença dos animais de estimação são mais que bem-vindos. Então, para ajudar a pensar em boas maneiras de aplicar essa tendência em seu bar ou restaurante, a Bares & Restaurantes preparou algumas dicas para você. Confira:

● Oferecer uma boa área externa para os pets ficarem à vontade. Ou adaptar o ambiente para que os animais fiquem juntos aos seus donos.
● Ter bebedouros com água potável e fresquinha. É necessário trocar a água com frequência, no caso de potes individuais invistam em algumas unidades.
● Oferecer comedouros com ração é importante manter sempre limpo e com ração renovada.
● Disponibilizar saquinhos de lixo e lixeiras exclusivas para as fezes dos animais.
● Disponibilizar coleiras e instalar ganchos para prendê-las.

Limpeza e higiene

O proprietário que pretende implantar o pet friendly deve que ter cuidado com a higiene e limpeza do local. É importante que o funcionário responsável pela limpeza não exerça funções que envolva alimentos e nem tenha contato direto com a cozinha. Devem também orientar os tutores durante a permanência no estabelecimento para evitar qualquer contato com as áreas de cozinha.

É de extrema importância usar produtos específicos na limpeza do local semanalmente para evitar a proliferação de carrapatos e pulgas de outras pragas urbanas. Consulte a Vigilância Sanitária do seu estado ou da sua cidade para saber mais sobre as regras sanitárias e os lugares permitidos para os pets ficarem.

Use e abuse da divulgação

Como os seus clientes irão saber que seu estabelecimento é pet friendly se você não divulgar? Utilize as redes sociais do restaurante e canais de comunicação para mostrar essa nova função. A divulgação no próprio estabelecimento também é importante, desfrute de placas e folders. Tire dúvidas sobre o funcionamento e os cuidados com os pets e seja sempre transparente sobre as questões sanitárias. Outra ideia é utilizar o seu espaço para promover ações a favor dos animais, como campanha de vacinação, adoção e confraternizações.

O que diz a lei?

É importante se atentar às leis: tanto a portaria 2619/2011 como o decreto 48.914/2007 indicam que é proibida a entrada de animais nas áreas dos estabelecimentos em que os alimentos são manipulados, ou seja, preparados. E que os pets são aceitos nos espaços reservados, exclusivos e adequados a eles. Este espaço deve ser isolado das áreas de recepção de matéria-prima, armazenamento, preparo e venda para evitar contaminação cruzada de alimentos e incômodo aos demais consumidores”, esclarece Bruna Matsumota, Coordenadora do Núcleo de Alimentos da Covisa (Coordenadoria de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo) em entrevista ao jornal Estado de S.Paulo .

Além disso, é necessário seguir as normas de higiene e saúde. “A área de consumação destinada para os consumidores e seus animais deve ser revestida de material sanitário, protegido contra sol e chuva e provido de ponto de água para higienização frequente”, esclarece a Covisa. Entenda por material sanitário um piso lavável, onde possa ser jogada água e tenha escoamento

Portanto, se você deseja receber pets no seu estabelecimento comercial que serve comida, não precisa chamar um fiscal da vigilância para obter autorização, basta seguir as recomendações acima. Vale lembrar também que é decisão do dono do restaurante, bar ou café receber ou não pets, conforme a legislação 48.914/2007. Obviamente, isso não se aplica aos cães-guias, que são permitidos em qualquer lugar.

Agora que você sabe os cuidados e os deveres para tornar seu estabelecimento pet friendly, o que está esperando para investir?

Comentários