Notice: Undefined variable: base in /var/abrasel.com.br/revista/site/templates/head.inc on line 54

Fazer a gestão de bares e restaurantes pode parecer a princípio complicado, mas diariamente fazemos a gestão do tempo para sair de casa e chegar ao trabalho, de um trabalho que precisamos entregar ou de um objetivo que queremos alcançar e por que não fazer a gestão do negócio de alimentação de uma forma prática e eficiente visando alcançar bons resultados, produtividade e segurança com os recursos disponíveis?

Definindo as metas para alcançar, que pode ser aumentar o faturamento, diminuir o desperdício, ou capacitar a equipe é hora de montar as estratégias para alcançar esses objetivos e por isso, fazer uma gestão focada e objetiva é a chave para ter sucesso e também é um desafio para os gestores.

Alguns pontos merecem atenção para garantir o sucesso do negócio, ou seja, a gestão de pessoas, de gestão de processos e a gestão financeira são pilares para conseguir melhorar a performance, trabalhando com os recursos disponíveis de maneira mais eficiente.

Uma boa gestão contempla os princípios de planejamento, organização, direção e controle para se obter um determinado objetivo com o mínimo de despesas.

A gestão de pessoas requer atenção em todos os aspectos, da contratação acertada do profissional que irá exercer a função até o detalhamento das atividades desenvolvidas e, portanto, ter a descrição de competências para a função e as atividades detalhadas a serem realizadas no dia a dia devem ser muito bem definidas para que o colaborador saiba exatamente o que a empresa espera dele.

Faz parte também da gestão de pessoas planejar a capacitação da equipe, e por isso, montar um programa de capacitação para cada função, começando pelo treinamento introdutório até o aperfeiçoamento dos processos executados são fundamentais, não esquecendo também dos cursos de relacionamento pessoal, motivação e outros específicos para o desenvolvimento pessoal.

Conhecer cada etapa do processo produtivo para garantir a padronização é outro ponto que possibilita o aumento da produtividade e a diminuição dos desperdícios, garantindo assim uma gestão eficiente dos processos. Montar o fluxograma dos processos, ajuda a identificar cada etapa e com isso, auxilia na melhoria da performance nas rotinas da cozinha.

A gestão financeira deve ser realizada com todo cuidado para evitar surpresas, ter bons fornecedores, acompanhar de perto o custo de cada mercadoria, fazer a contagem física do estoque periodicamente e ter um sistema de controle eficaz, montar a ficha técnica de cada preparação, e também ter todos os controles financeiros (custos fixos e variáveis) devidamente atualizados são imprescindíveis para ter sucesso na gestão do negócio de alimentação.

Fazer uma boa gestão é desafio para o empreendedor do setor de alimentação fora do lar, é um exercício e requer monitoramento diário das atividades para trabalhar de forma otimizada, buscando sempre a compreensão e integração dos processos e fortalecimento da equipe de trabalho.

Bom trabalho!

*Adriana Lara é especialista em segurança dos alimentos e gerente de conteúdo da Abrasel

Comentários