abrasel

De acordo com o presidente da Abrasel em Minas Gerais, a Vila Gastronômica realizada no Arraial de Belo Horizonte deve se repetir neste ano

As festas juninas ainda nem começaram, mas já movimentam a economia em Belo Horizonte e na região metropolitana. A expectativa de diferentes setores, como os de alimentação, decoração e fantasias, é de cresciment nas vendas em comparação com 2018.

Kátia Luciana Tavares, dona da Loja da kátia, há 18 anos no Mercado Central, espera vender 30% a mais. O carro-chefe do comércio são os artigos de decoração, como balões e bandeirinhas. "Nós nos preparamos, investimos em uma variedade grande de produtos. E o frio, começando agora, ajuda as pessoas a entrarem no clima", pontua.

Alimentação

No setor de alimentação fora do lar, as festas juninas também podem ajudar a incrementar as vendas. A Vila Gastronomica, que levou restaurantes para a praça da Estação no Arraial de Belo Horizonte em 2018, deve se repetir neste ano. "Estamos em um mercado basicamente estagnado, então qualquer ação de promoção gera uma expectativa de resultado positivo", diz o presidente da Abrasel em Minas Gerais, Ricardo Rodrigues.

Na rede de supermercados Apoio Mineiro, a expectativa é de crescimento de 20% nas vendas e produtos juninos, como milho de pipoca, canjica e amendoim, em relação ao ano passado.

Festas podem se inscrever no calendário oficial até 7 de julho

As festas juninas serão realizadas na capital mineira a partir de 7 de junho e podem se inscrever até 7 de julho, último dia do período oficial de realização do Arraial de Belo Horizonte. Os festejos inscritos vão fazer parte da programação oficial e serão divulgados no site e no aplicativo do evento.

A praça da estação terá festas entre os dias 29 e 30 de junho e 6 e 7 de julho. O evento segue com a ideia de oferecer uma "experiência junina completa", que inclua gastronomia, música e quadrilhas.

Evento

O Arraial de Belo Horizonte gera, segundo a prefeitura, cerca de 3.000 postos de trabalho temporário.

Fonte: O Tempo. Leia a notícia na íntegra no site.

Comentários