abrasel

No fim de outubro, a Abrasel inaugurou a oitava regional de Minas Gerais, em Varginha. O evento, que foi realizado na Água Doce Cachaçaria, contou com a presença de diversas autoridades, como empresários do setor, representantes da classe, prefeitos, secretários, deputados, entre outros.

De acordo com o presidente da Abrasel em Sul de Minas, André Yuki Yoshikai, a regional representará 155 municípios e tem como objetivo fortalecer o setor de alimentação. “Vamos representar a gastronomia, envolvendo o turismo e agregando valor, inclusive dentro dos municípios, governo estadual e federal”, ressaltou o empresário.

Representando a Prefeitura Municipal de Varginha, o vice-prefeito, Leonardo Ciacci, afirmou que a inauguração da regional enriquecerá ainda mais o empresariado local, trocando experiências para crescer e desenvolver rapidamente, uma vez que todos clamam por uma retomada mais rápida no desenvolvimento econômico.
Durante o evento, o presidente do Conselho de Administração Nacional da Abrasel, Paulo Nonaka, discursou sobre as conquistas e os desafios do setor de alimentação. De acordo com Paulo, a grande importância da associação é a organização do setor.

Segundo a presidente da Câmara Municipal de Varginha, Zilda Silva, “o palestrante indagou sobre o conhecimento. Precisamos despertar em muitos aspectos, principalmente em relação a essa categoria, que enfrenta muitas dificuldades, notificações constantes e multas diárias. O Executivo tomou conhecimento e a Câmara Municipal está de portas abertas caso venham projetos que tragam benefícios à nossa comunidade”, explicou.

A fim de valorizar os ingredientes locais de Varginha e entorno, o chef-executivo do Senac-MG, Luciano Avellar, preparou para os convidados uma brachola servida com polenta italiana, preparada com queijo Minas. “Proporcionamos uma gastronomia mineira para trabalhar essa comemoração maravilhosa que é a chegada da Abrasel Sul”, enfatizou.

Já o presidente da Abrasel em MG, Matheus Daniel , afirmou que essa formação foi de suma importância, pois o Sul de Minas é uma região extremamente rica em diversidade e gastronomia. “O nosso objetivo é somar forças para que possamos desenvolver o setor de bares e restaurantes”, afirmou.

Para o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Juliano Cornélio, ter uma entidade dessa representatividade é de suma importância para retomar a economia. "Alguns dos setores mais valiosos que temos hoje são os de micro e pequenas empresas, principalmente pelos bares e restaurantes, que foram imensamente afetados com a pandemia. A Abrasel chega para solidificar e incentivar as empresas a terem um apoio efetivo das instituições em geral, promovendo o desenvolvimento sustentável, retomando os empregos e renda”, ressaltou.

Fonte: Varginha online

Comentários