Mais do que enxergar o delivery como uma estratégia extra para seu restaurante, é preciso vislumbrar o potencial de retorno do investimento neste tipo de operação



Para o empresário do setor de alimentação fora do lar que atua no segmento de delivery o desafio de manter o grau de excelência nos produtos passa também pela entrega. Neste sentido, tempo é um fator determinante. Pensando nisso, a revista Bares & Restaurantes listou cinco dicas para que o seu cliente receba uma o produto solicitado dentro do prazo de entrega, afinal, mais do que enxergar o delivery como uma estratégia extra para seu restaurante, é preciso vislumbrar o potencial de retorno do investimento neste tipo de operação. E para que o retorno seja lucrativo, o serviço deve ser eficiente. Confira!

1. Defina um sistema de entrega
Se você ganha tempo no preparo, não pode perdê-lo no processo de entrega. Para isso, é preciso definir o melhor sistema de operações de acordo com o perfil dos seus produtos e a cobertura de entregas por região demográfica. Pode ser que você escolha um sistema interno de entregas, contratando mão de obra e utilizando uma frota própria, ou mesmo opte por terceirizar este serviço. Tudo vai depender do seu poder de investimento e objetivos com o delivery.

2. Escolha uma região de atuação
Se seu objetivo é oferecer uma cobertura maior de entrega, sem se preocupar com compra ou aluguel de veículos, a terceirização deve ser a melhor estratégia. O mais importante é conhecer este processo a fundo, assim como feito com o cardápio. Conheça empresas, defina sua região de atuação e saiba em quanto tempo o produto que sai do seu restaurante chega até o cliente. Com esse acompanhamento, também deve ser possível saber a quantia de pedidos que podem sair por vez. Mais um ponto para o planejamento visando otimização do tempo de entrega do seu delivery.

3. Utilize o serviço de motoboy sob demanda
Nos momentos em que o estabelecimento não conta com entregadores disponíveis, uma saída para manter o fluxo de entregas é contar com a ajuda do serviço de motoboys sob demanda. Nesse serviço, o restaurante pode contratar pessoas para fazerem entregas específicas quando existe a demanda, evitando a necessidade de contratar mais funcionários e, ainda assim, mantendo o delivery rápido em momentos de pico.

4. Organize a cozinha de maneira otimizada
Os ingredientes que vão para o freezer devem ser embalados e etiquetados com data de compra e de vencimento, eliminando desperdícios no caso da equipe não saber se o alimento ainda é bom para consumo, por exemplo. Isso evita que um prato deixe de ser vendido por falta de um ingrediente e diminui riscos com a vigilância sanitária, já que a descrição nas embalagens é exigida pelo órgão fiscalizador; Na montagem do prato, você deve ganhar tempo ao distribuir os ingredientes em recipientes de acordo com a ordem de composição. Molhos e ingredientes usados para apresentação, por exemplo, devem estar próximos da bancada de saída, junto com outros itens de finalização como sal e pimenta. Caixas organizadoras, sistemas de comandas em que os atendentes não precisem entrar na cozinha e etiquetas de material resistente a água e a umidade são excelentes investimentos para encurtar a fase de preparo e ganhar tempo nas etapas seguintes. Assim, os pedidos ficam prontos mais rápido, reduzindo o tempo de entrega do seu delivery.

5. Ouça o que seu cliente tem a dizer
Toda estratégia precisa de acompanhamento e avaliação constantes. Você já deve saber que isso é importante em diversas situações, mas uma estratégia válida a se considerar no momento de planejar a economia de tempo com entregas é ouvir o cliente. Você pode utilizar sistemas de cadastros de clientes para conseguir identificá-lo em futuros pedidos e pedir um feedback quanto ao serviço anterior. Uma maneira mais prática de aplicar essa metodologia é fazer uso de aplicativos e plataformas online, que realizam avaliações próprias para saber o grau de satisfação do cliente com seu restaurante. Com as informações obtidas, é possível avaliar se o pedido chega em bom estado, se ocorrem atrasos ou se há outros tipos de problema relatados pelos clientes. Assim, fica viável identificar se há necessidade de fazer alterações em seu sistema para garantir um baixo tempo de entrega do seu delivery. Estar sempre ouvindo o que os clientes têm a dizer, considerar a opinião dos funcionários e entregadores e manter-se atualizado quanto as tecnologias e soluções do mercado são algumas das estratégias para manter um sistema eficiente e um bom tempo de entrega do seu delivery.

Comentários