abrasel

Abrasel e o aplicativo Chefin reúnem quem quer encontrar um trabalho ou um funcionário no setor de bares e restaurantes

O impacto do coronavírus em bares e restaurantes causou diversos desligamentos no setor que mais emprega no País. A Abrasel, que tem atuado para garantir a solvência das empresas, dialogado com o poder público em busca de mais transparência nas informações sobre o cenário de cada localidade e apoiado prefeitos e governadores na elaboração de protocolos e regras para reabertura do comércio, agora busca ações para assegurar a capacidade das empresas de retomar suas atividades.

Uma importante questão a ser equacionada é a da mão de obra qualificada que os bares e restaurantes precisarão contratar tão logo as atividades retornem. Foi pensando nisso que a Abrasel, em parceria com o aplicativo Chefin, organizou uma forma de conectar profissionais e empregadores. Trata-se de um aplicativo gratuito e descomplicado que une quem busca e quem oferece oportunidades de trabalho no setor de alimentação fora do lar.

Com módulos separados para profissionais e estabelecimentos, o aplicativo possibilita classificar uma oportunidade de acordo com o tipo de contratação, selecionar candidatos de acordo com a profissão, qualificação, experiência e até de acordo proximidade de residência com a empresa, reduzindo tempo de deslocamentos.

Com a parceria com o Chefin a Abrasel busca colaborar com os bares e restaurantes de todo o Brasil que certamente terão vagas para profissionais qualificados quando retomarem integralmente suas atividades. Clique aqui e baixe o app

“Criamos um grande banco de empregos que pessoas que infelizmente perderam seus empregos durante o auge do vírus. Nossa ideia é facilitar o retorno desses profissionais ao mercado de trabalho e também colaborar com empresas que precisam de gente qualificada para o serviço”, diz Paulo Solmucci, presidente da Abrasel.

O aplicativo oferece ferramentas potentes e eficazes, além de soluções inteligentes para evitar trabalhos que não condizem com a procura ou profissionais desqualificados para cada tipo de atividade.

Serviço: www.chefin.com.br

Comentários