abrasel

O deputado federal Orlando Silva (PCdoB/SP), relator da Medida Provisória 936, conhecida como ‘MP dos salários’, se mostrou sensível ao pleito da Abrasel para que o governo estenda as medidas de proteção do emprego e da renda dos trabalhadores dos setores mais afetados pelo novo coronavírus.

“Conversei com o Paulo Solmucci, que reivindicou que tivéssemos um prazo maior do programa de apoio ao emprego e a renda. Me comprometi a colocar no texto final do relatório a possibilidade de prorrogação desse programa, que originalmente tem uma previsão de três meses, onde por meio da redução da jornada e do salário, ou da suspensão de contratos, se propõe manter os vínculos empregatícios entre empresas e trabalhadores”, disse o deputado.

Orlando Silva também adiantou que irá deixar a cargo do poder executivo para que o governo selecione quais setores e atividades deverão ter um prazo maior. “Isso porque vai ser muito diferente em cada setor a retomada após essa tragédia que vivemos do coronavírus”. Para o deputado, a inclusão da extensão da proteção é também um reconhecimento a Abrasel, “a associação que representa quem mais emprega no Brasil”, disse.

Para Paulo Solmucci, presidente da Abrasel, este é mais um passo importante na dura jornada da retomada da economia. “Esta modificação na MP abrirá espaço para que nosso pleito de extensão das medidas aos bares e restaurantes seja atendido pelo governo federal”.

Comentários