abrasel

Posicionamento da Abrasel:

Uma semana após anunciar medidas de abrandamento das restrições, o governo do estado de São Paulo volta atrás e decide impor um “toque de recolher” na cidade. Embora a rápida mudança de postura surpreenda, na prática, não há grandes impactos para o setor de bares e restaurantes, para o qual continuam valendo as regras anunciadas na semana passada. Isso demonstra que o governo reconhece perante a sociedade que o setor não é o responsável pelo aumento no número de casos e que pode seguir funcionando observando as normas de segurança sanitária, como já vinha fazendo.

Esse reconhecimento é importante, pois, em momentos anteriores, as restrições para o setor foram bastante severas sob a justificativa de que os bares e restaurantes respondiam diretamente pelo crescimento da transmissão da Covid-19.

Pelo contrário: as restrições imputadas ao setor levaram parte da população aos encontros e aglomerações clandestinas, que respondem pelo cenário atual. Ao que parece, as novas regras anunciadas buscam corrigir esse equívoco. Diante disso, fica ainda mais evidente que esses estabelecimentos não eram o foco de transmissão, o que confirma o que o setor vem falando há meses: bares e restaurantes estão trabalhando dentro dos protocolos, com as equipes treinadas, atuando com bastante cuidado e zelo para cuidar de seu maior ativo, a sociedade.

O que ainda falta é que o governo de São Paulo, estado mais rico do país, providencie ajuda específica para um setor que foi especialmente atingido pela pandemia e que vem, até aqui, pagando uma conta injusta e desproporcional.

Comentários