abrasel

O principal objetivo da empresa, além de inovar, é reduzir os custos operacionais.



A gigante chinesa de entrega de alimentos, Meituan Dianping, anunciou que está realizando testes de delivery em hotéis e escritórios com robôs. Por enquanto, os testes estão acontecendo em Pequim e Shenzhen, em 10 estabelecimentos diferentes. O principal objetivo da empresa, além de inovar, é reduzir os custos operacionais.

Para que os testes fossem possíveis, a empresa chinesa desenvolveu dois robôs internamente. O primeiro é conhecido como Xiaodai e é responsável por circular pela parte externa de lugares cercados, como é o caso de condomínios, por exemplo. Esse robô tem a capacidade de planejar o melhor caminho e evitar obstáculos. Já o segundo, chamado de Fudai, atua na parte interna de edifícios e consegue até mesmo utilizar elevadores para entregar os alimentos em diferentes andares.

A Meituan anunciou a novidade na Conferência Internacional de Inteligência Artificial (WAIC), que aconteceu na última semana em Xangai. Segundo o cientista-chefe da empresa, Xia Huaxia, já foram realizadas mais de 1.000 entregas durante os testes com robôs. Atualmente, a Meituan trabalha com mais de 600.000 entregadores e atende cerca de 25 milhões de pedidos por dia. Além disso, a empresa prevê que o seu serviço cresça 200% até 2025. É exatamente por isso que ela está encontrando formas de tornar suas operações mais automatizadas e eficazes.

De acordo com Xia Huaxia, a empresa realizou alguns cálculos importantes, e se a vida útil de um robô for de até três anos, o custo dele não será maior que o custo da mão-de-obra, muito pelo contrário. Além disso, a empresa acredita que o uso de robôs reduzirá o tempo de entrega entre cinco e sete minutos – por pedido. Durante a mesma conferência, a Meituan já anunciou também que, até os próximos cinco anos, planeja utilizar drones para as entregas, com o objetivo de atender usuários em uma faixa de cinco quilômetros em até 10 minutos.

Fonte: NEO - Portal de Negócios

Comentários