abrasel

Expectativa do setor de alimentação fora do lar tem variado com a organização das cidades; as que conseguiram equacionar os problemas de mobilidade e organização de ambulantes aguardam um maior movimento em bares e restaurantes

De acordo com a Abrasel em Pernambuco, expectativa no estado é de um crescimento de 15% em faturamento e fluxo de foliões em relação ao ano passado com um carnaval tranquilo e seguro


A folia bate à porta e em todo Brasil bares e restaurantes se preparam para aumentar seu faturamento com os dias de festa. Segundo Lucas Pêgo, diretor de desenvolvimento da Abrasel, a expectativa do setor de alimentação fora do lar tem variado com a organização das cidades; as que conseguiram equacionar os problemas de mobilidade e organização de ambulantes aguardam um maior movimento. “Em geral, bares e restaurantes que se encontram nas rotas de concentração de pessoas, blocos e eventos carnavalescos tem um faturamento maior, enquanto as que estão em áreas onde consumidores não acessam, preveem queda no faturamento”, diz.

Confira abaixo como algumas cidades se preparam para receber os foliões:

No Recife, pelo décimo terceiro ano consecutivo, a Arena Gastronômica promete trazer diversas opções de comidas para recarregar as energias dos foliões que brincam o carnaval do Recife Antigo. Fruto da parceria entre a Abrasel em Pernambuco e a Prefeitura do Recife, a Arena abriu no dia 19 de fevereiro e encerra as atividades no dia 25. Doze restaurantes vão agraciar os foliões com diversas opções nos cardápios. Esta diversidade de estabelecimentos traz uma variedade de alimentos que satisfazem qualquer paladar que estiver nas festividades de Momo.

Segundo o diretor executivo da Abrasel em PE, Eduardo Salazar, um grande diferencial da 13ª edição é a segurança reforçada, já que um posto fixo da Polícia Militar ficará dentro do evento. Outro fator importante é a qualidade da comida dos estabelecimentos, que será acompanhada por uma equipe de 2 consultores e 3 nutricionistas, responsáveis pela supervisão de boas práticas de manipulação e segurança dos alimentos servidos.

Em 2019, a Arena Gastronômica atendeu cerca de 26 mil pessoas, movimentou R$ 342 mil e gerou 75 empregos diretos. A expectativa para que os números da edição deste ano sejam ainda melhores por conta da leve melhora econômica do Brasil. Segundo André Araújo, presidente da Abrasel em PE, “a expectativa é de um crescimento de 15% em faturamento e fluxo de foliões em relação ao ano passado com um carnaval tranquilo e seguro, espantando a crise de uma vez”.

Folia de BH terá circuito gastronômico com pratos a partir de R$ 10

Além dos tradicionais blocos, que devem arrastar mais de cinco milhões de pessoas pelas ruas, segundo estimativas da Belotur, o carnaval de Belo Horizonte terá sabores da cozinha mineira, que agora é reconhecida internacionalmente pela Unesco como criativa. De olho no crescimento cada vez mais exponencial da festa momesca na capital, 54 bares associados da Abrasel em Minas Gerais de diversas regiões da cidade, se uniram para organizar a 3ª edição do “Carnaval Gastrô”. A ideia do circuito, que começou no último dia 8 e se estende até 1º de março, é aproveitar a grande movimentação de turistas e belo-horizontinos durante a folia para promover a culinária mineira e com isso impulsionar o faturamento das casas participantes. Os estabelecimentos vão criar pratos ou trazerem para os que já existem em seus cardápios a temática do carnaval.

“Desde que o carnaval passou a movimentar o calendário turístico da cidade e impulsionar a rede hoteleira, percebemos que essa também é uma ótima oportunidade para que os estabelecimentos possam mostrar o que têm de melhor aos turistas: nossa culinária rica em sabores e aromas”, afirma Ricardo Rodrigues, presidente da Abrasel em MG, acrescentando que os pratos são uma boa pedida para quem precisa repor as energias após curtir os blocos. A expectativa dos empresários do setor de bares e restaurantes, com esta ação, é um incremento de 10% nas vendas em relação à folia do ano passado.

Comentários