Exemplo de revitalização de rua em São Paulo por empresário do setor AFL reforça o importante elo social de bares e restaurantes com centros urbanos



O Dicionário Aurélio define elo como o significado de união, relação ou conexão. No sentido figurado é a relação construída entre coisas ou pessoas. Foi com essa palavra em mente que o empresário e restaurateur Walter Mancini liderou a revitalização de uma rua que é hoje um dos principais pontos boêmios de São Paulo, a Avanhandava.

Mais que perna de cabrito ao forno, assada com vinho branco e acompanhada de batatas coradas e brócolis servidos no Restaurante Famiglia Mancini, as pessoas visitam a rua por seu clima aprazível e aconchegante, atraindo milhares de turistas todos os anos. O Famiglia Mancini, foi aberto no local em 1980. Ao longo dos anos, foi se apinhando uma série de outros estabelecimentos. A rua hoje tem outros seis empreendimentos de Walter. Em 2007, o asfalto foi retirado entre as ruas Martins Fontes e Martinho Prado, a passagem para os carros ficou mais alta, mais próxima da calçada, semelhante a um boulevard. O lugar ainda ganhou portal de entrada, com fontes e plantas. A calçada ganhou piso novo. Paisagismo, reforma do sistema para escoamento de águas pluviais e postes de iluminação também entraram no pacote. As bolinhas de luz dão um espetáculo à parte. Simplesmente mais de 500 bolinhas iluminam a rua Avanhandava. Elas iluminam todo o quarteirão.

A iniciativa partiu do próprio Walter Mancini, que enxergou a oportunidade de aliar seus negócios a um modelo sustentável de gestão. “A vida só tem valor quando utilizada em função de outras vidas. Para que as cidades tenham ruas seguras, vivas e saudáveis, é preciso que os espaços urbanos se importem com o lado de fora do balcão. Hoje você gerencia também o entorno de onde empreende”, diz.

A remodelação, segundo Walter, dobrou o valor dos imóveis e tornou a rua mais segura. “A Avanhandava virou ponto turístico”, cujo restaurantes recebem 50 mil pessoas por mês. Só na Famiglia Mancini, 40% são turistas. “Há uma forte deterioração do comércio de rua por causa da insegurança e violência. Quando pálida, sem vida, as ruas ficam esvaziadas de pessoas. Reformas assim ajudam a mudar a experiência do consumidor e os relembra que são cidadãos”.

O empresário construiu também um palco de circo para uso público. O investimento foi de R$ 300 mil. A estrutura abriga espetáculos desde 2018 e para manter o funcionamento, foi acertado patrocínio com a American Express. A proposta é oferecer um palco a artistas que não têm onde se apresentar. “Basta se inscrever e nós pagamos pelo espetáculo, as o público assiste de graça”, avisa. O espaço funciona de quinta a domingo.

O retorno desse tipo de investimento, em geral, vem na forma de maior movimento, e consequentemente, de faturamento mais gordo. No fim, mas todo paulistano sai ganhando. Neste ponto, Walter concorda com o manifesto “A partir das ruas, simplifica Brasil”, lançada em 2015, onde a Abrasel afirma que cidades convidativas são as ruas prósperas e florescentes. O documento mostra que resolvendo os problemas dos bares e restaurantes, resolvem-se os problemas do Brasil que quer empreender.

Your caption text here

Manutenção do espaço

Manter a rua Avanhadava atrativa e iluminada é tarefa árdua. Um dos responsáveis por isso é José Roberto Florentino, conhecido carinhosamente como “Zé da Manutentação”, já que tem em sua rotina, desde 2003, deixar a rua convidativa para que se mantenha como um polo gastronômico. É ele quem conserta as calçadas feitas de pedra, deixa os restaurantes prontos para os clientes e troca lâmpadas coloridas de estilo retrô da rua. Na Avanhandava, desembarcou jovem, chamado por um arquiteto contratado para fazer o projeto da Pizzaria Famiglia Mancini. Com o prédio pronto, em 2004, não saiu mais da via.

O visitante desavisado não vê o Zé da Manutenção. É que seu expediente começa bem antes de os restaurantes abrirem. Como a limpeza da coifa, peça que leva a fumaça para fora do prédio, é antes do café da manhã dos funcionários, às 7h. Seu parceiro de trabalho é Josenildo dos Santos. Lá, a fonte é o seu xodó. Zé prefere os pilares da entrada, de cerca de três metros, que ajudou a construir na revitalização. Walter diz que eles são atores fundamentais na construção do local. “São parte da história da rua, da vizinhança. Daqui a 50 anos nossos filhos irão passar por aqui e continuar a ter o maior orgulho do que fizemos. Não é atoa que o lema da Avanhadava é ‘Uma rua para ser feliz’”, finaliza.

Estabelecimentos de Walter Mancini na rua Avanhandava:
Restaurantes:
Famiglia Mancini
II Ristorante Walter Mancini
Pizzaria Famiglia Mancini
MadrePerola
Migalhas
Lojas:
Calligraphia (galeria de arte)
Gato Bravo (brechó)
Teatro;
Piccollo Teatro
Saiba mais em famigliamancini.com.br

Comentários