abrasel

Pesquisa realizada pela Abrasel mostra que ter de fechar às 17h, como foi determinado pelo governador Doria, faz com que 59% dos estabelecimentos permaneçam fechados. Entre os bares índice chega a 80%

Pizzaria Ciao, em São Paulo, não abrirá mais as portas

O impacto causado pelo fechamento do comércio por conta do novo coronavírus continua devastador. Uma pesquisa de situação para a reabertura, realizada pela Abrasel, revela que só na cidade de São Paulo, 59% dos estabelecimentos não pretendem reabrir as portas com as atuais condições impostas pelo poder público, que proíbe mesas na calçada e limita o horário de funcionamento até no máximo 17h.

Além disso, 55% dos empresários ouvidos pela pesquisa, realizada entre os dias 6 e 7 de julho, dizem que proibição de mesas na calçada prejudica o negócio. Outros 53% dizem que o horário (até 17h) inviabiliza a abertura do salão. Oito em cada dez bares afirmam não ser possível abrir com este horário.

O presidente da Abrasel, Paulo Solmucci, lembra que o regulamento da Prefeitura de São Paulo previa abertura até às 22h. “Fomos obrigados a abrir somente até às 17h por conta da limitação do governador João Doria. Isso nos parece injusto e pouco racional”, diz.

Cerca de 70% das vendas do setor se dá à noite. “Quando você limita também parte dessas vendas, deixa de fora todo o setor de bares e um conjunto enorme de restaurantes que só abrem à noite. A medida inviabiliza grande parte do setor”, diz Solmucci.

Cenário preocupante

A pesquisa revela que a situação dos bares e restaurantes em São Paulo continua preocupante. 55% das empresas estão trabalhando com menos de 60% dos funcionários que tinham antes da quarentena. Entre os que avaliam recontratar, apenas 16% dizem poder voltar a ter o mesmo quadro de antes.

Sobrevivência das empresas

A Abrasel, que tem atuado fortemente para garantir a sobrevivência das empresas, disponibiliza de forma gratuita na Rede Abrasel, um espaço reservado para profissionais do setor de alimentação fora do lar, uma série de conteúdos especialmente preparados para que o empresário de bar e restaurante encontre de forma rápida dicas e informações sobre como manter o seu negócio. Para aumentar a produtividade do setor e ampliar o conhecimento, também na Rede Abrasel, a Associação oferta uma comunidade sobre a retomada econômica com participação de especialistas que colaboram nos debates e tiram dúvidas dos usuários. Acesse: redeabrasel.com.br

Comentários